Segunda-feira, 27 de Agosto de 2012

"Serve esta crónica para retratar e comentar um certo elemento que existe frequentemente em grupos masculinos e que responde pelo nome genérico de ‘Gordinha’

 

A Gordinha é aquela amigalhaça companheirona que desde o liceu cultivava o estilo maria-rapaz, era espertalhona e bem-disposta, cheia de energia e de ideias, sempre pronta para dizer asneiras e alinhar com a malta em programas. Ora acontece que a Gordinha é geralmente gorda e sem formas, tornando-se aos olhos masculinos pouco apetecível, a não ser em noites longas regadas a mais de sete vodkas, nas quais o desespero comanda o sistema hormonal, transformando qualquer bisonte numa mulher sexy, mesmo que seja uma peixeira com bigode do Mercado da Ribeira.

 

A Gordinha é porreira, é fixe, é divertida, quer sempre ir a todo o lado e está sempre bem-disposta, portanto a Gordinha torna-se uma espécie de mascote do grupo que todos protegem, porque, no fundo, todos têm um bocado de pena dela e alguns até uma grande dose de remorsos por já se terem metido com a mesma nas supracitadas funestas circunstâncias. E é assim que a Gordinha acaba por se tornar muito popular, até porque, como quase nunca consegue arranjar namorado, está sempre muito disponível para os mais variados programas, nem que seja ir comer um bife à Portugália e depois ao cinema.

 

À partida, não tenho nada contra as Gordinhas, mas irrita-me que gozem de um estatuto especial entre os homens. Às Gordinhas tudo é permitido: podem dizer palavrões, falar de sexo à mesa, apanhar grandes bebedeiras e consumir outras substâncias igualmente propícias a estados de euforia, podem inclusive fazer chichi de pernas abertas num beco do Bairro Alto porque como são ‘do grupo’ toda a gente acha muita graça e ninguém condena.

 

Agora vamos lá ver o que acontece se uma miúda gira faz alguma dessas coisas sem que surja logo um inquisidor de serviço a apontar o dedo para lhe chamar leviana, ordinária, desavergonhada e até mesmo porca. Uma miúda gira não tem direito a esse tipo de comportamentos porque não é one of the guys: é uma mulher e, consequentemente, deve comportar-se como tal. E o que mais me irrita é quando as Gordinhas apontam também elas o dedo às giras, quando estas se comportam de forma semelhante a elas.

 

Ser gira dá trabalho e requer alguma diplomacia. Que o digam as minhas amigas mais bonitas e boazonas que foram vendo a sua reputação ser sistematicamente denegrida por dois tipos de pessoas: os tipos que nunca as conseguiram levar para a cama e as gordas que teriam gostado de ter sido levadas para a cama por esses ou por outros. Uma mulher gira não pode falar alto nem dizer palavrões que lhe caem logo em cima. Já uma Gordinha pode dizer e fazer tudo o que lhe passar pela cabeça, porque conquistou um inexplicável estatuto de impunidade.

 

Porquê? Porque não é vista como uma mulher? Porque todos têm pena dela? E, já agora, porque é que quando uma mulher está/é gorda nunca ninguém lhe diz, mas quando está/é magra, ninguém se coíbe de comentar: «Estás tão magra!?»

 

Como dizia a Wallis Simpson: «Never too rich, never too slim». E quanto às Gordinhas, o melhor é arranjarem um namorado. Ou uma dieta. Ou as duas coisas." MRP

 

 

 

 

O que dizer disto? Sinceramente nem sei. É o assunto do momento, e com razão. Uma vergonha. E eu até que gostava dela...



publicado por girlsofallages às 15:10 | link do post | comentar

39 comentários:
De A. a 28 de Agosto de 2012 às 01:35
LOL não sei se ria, não sei se chore!

E ganha essa mulher a vida sendo escritora.. Esse texto parece ter sido escrito por uma adolescente gira que não pode fazer chichi de perna aberta no bairro alto!

É caso para dizer... Enfim!

LY ! <3


De josé Ferreira da Silva a 6 de Maio de 2013 às 14:53
é isso mesmo , nos grupos de amigos é mesmo assim que as coisas funcionam. Eu como gajo e não tinham uma gaja gira para sair(comer) , "pegava" num gordinha para "entreter" . Como quem bebe um aperitivo qualquer distraidamente antes de ao almoço chegar ao grande vinho.
Parabens Margarida . Sempre fã.


De João a 9 de Novembro de 2013 às 16:41
Ao ridículo que isto chega! A própria, disfarçada de homem, vem para aqui comentar! lol

Get a life! And a brain, if possible...


De Rita Francis a 4 de Julho de 2013 às 12:55
Ridiculo !


De u a 6 de Julho de 2013 às 00:37
é mesmo estupidez chamar a isto escritora, viva portugal


De marcia a 6 de Agosto de 2013 às 15:07
"O amor é outra coisa", o seu último livro, vem acompanhado de uma publicidade onde se pode ler: " A autora mais lida em Portugal". Não me convenceu! Não volto a fazer parte das estatisticas.


De Telmo Farias a 27 de Agosto de 2013 às 00:16
Gostei! Só por desespero ou bebedeira se come uma gorda.


De João a 9 de Novembro de 2013 às 16:44
ahahahahahahahahahah

Só mesmo uma desesperada para se deixar comer por um gajo como tu... Isto se tu fosses mesmo um gajo e não a loira burra disfarçada.


De Carina Pais a 6 de Novembro de 2013 às 19:52
Eu tou completamente passada com esta cabra! O que ela disse não tem cabimento nenhum!
TODA A GENTE TEM DIREITO A DIZER E FAZER O QUE QUISER!
Ela que não venha cá com tretas porque isso para mim não dá!
TODOS têm direito a uma vida social, mas que merda é esta crl? Eu já não tou no tempo de Salazar! O que ela fez chama-se DESCRIMINAÇÃO!

Ela deve achar-se e mulher mais bonita do mundo!
As gordinha são gostosas, são um tesão e muito boas na cama! Bater em osso? Eu se fosse homem não gostava de tar a dar uma queca e bater no osso! Oh pá esta mulher devia tar toda endrominada quando escreveu isto, enfim.

Aqui se vê a merda de pessoa que ela é, tenho tudo dito.


De Ana Rita Matos a 7 de Novembro de 2013 às 11:24
Concordo,ela é certamente uma mulher mal amada, com um arco do triunfo entre as pernas, a entrar na meia idade e sem ninguém que queria "comer" aquilo...peço desculpa pela linguagem....Ou então e eu acho que nao é descabido dizer....deve estar tão mal (os livros dela são uma bela M****) e precisa de protagonismo...a bem ou mal ganham com isso...coitada está a acabada a avózinha....
Cumprimentos


De Tiago a 6 de Novembro de 2013 às 19:55
FODASSE ! TENS RAZAO ! <3


De João a 9 de Novembro de 2013 às 16:48
ahahahahahahahahah
Todos gajos que vêm para aqui dar razão à marionete bi-neurónio, e como por caso... todos se expressam da mesma maneira! LOL
Margarida Rebelo Pinto, todos sabem que é costume teu disfarçares-te para vir comentar a teu favor. Tu e mais uns 3 ou 4 amiguinhos que adotam várias identidades para parecerem muitos.
Mulherzinha ridícula! Já agora: segue o teu conselho: arranja um namorado assim ficas com menos tempo para escrever merda.


De Palmira a 7 de Novembro de 2013 às 09:59
Falta de educação, falta de respeito, falta de gosto e concerteza falta de mais qualquer coisa...
Não só se refere às mulheres gordas como sendo todas ordinárias, malcriadas e disponíveis mas ainda assume que são todas privadas de beleza. Neste último ponto - a beleza, os outros não sei e não me interessam - deixe que lhe diga que o Criador se enganou pois você reúne todas as condições para pesar no mínimo 200 Kg .
Eu não sou gorda mas sou mulher e como mulher acho este “artigo” extremamente ofensivo.
As pessoas podem e devem optar por ser cultas, educadas, profissionais, sérias, etc. Ser gordo ou magro nem sempre é uma opção! Caso não saiba, há doenças que provocam obesidade e outras há que impedem as pessoas de engordar.
Mas não vou perder mais tempo consigo! A sua pobreza intelectual - e o facto de terminar o seu texto com uma citação é mais uma prova disso – enojou-me!


De Ana Matos a 7 de Novembro de 2013 às 11:19
Para uma mulher a entrar na meia idade, com umas ancas daqui até à china...tem muito que falar de quem quer que seja...há alguém que queira fazer sexo com ela??? lool
E quem disse que tinha jeito para escrever?? Como é possível chamar a isto escritora?? Alguém leu livros dela?? Aquilo parecem diários aborrecidos da vida da escritora, que miséria.....


De José Carlos a 22 de Julho de 2015 às 01:16
Nem todas as gordas são feias (e só para esclarecer, nem todas as peixeiras têm bigode). E por sinal, tanto as gordas que eu conheci (algumas muito bonitas) como as peixeiras são sem sombra de dúvida mais inteligentes que esta betinha retardada de cabelo oxigenado.


Comentar post

mais sobre mim
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Objectivos para 2013?

Comprar ou não comprar?

Feliz Ano Novo!

Mudança?

Parabéns a nós!

Quase no fim do ano

Mau humor

Lookbook.nu (Inspirações)

Férias?

Sugestão Prenda de Natal ...

arquivos

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

blogs SAPO
subscrever feeds